Cuidados Tillandsias

TILLANDSIAS:

 

O gênero Tillandsia, é o maior entre as bromélias, perfazendo cerca de 560 espécies espalhadas desde a América do Norte até a Argentina. Também chamadas de Air Plant, ja que a maioria não requere substrato algum para viver. Elas ocorrem nos mais diversos habitats e podemos encontrá-las em áreas praticamente desérticas e até em densas florestas tropicais. São em maioria epífitas (vivem sobre as árvores), mas há muitas espécies rupícolas. Todas requerem de boa ventilação.

 

Dividem-se em três principais grupos: As de folhas acinzentadas, que possuem folhas recobertas por minúsculas escamas, com a função de absorver água e que lhe conferem o aspecto prateado. Estas Plantas apreciam ambientes externos, com boa luz, ventilação e umidade do ar, mas não toleram o excesso de regas. O musgo-espanhol ou barba-de-pau (T. usneoides) pertence a este grupo. Podemos cultivá-las sobre árvores, ou simplesmente pendurado, e embora tenham crescimento lento, são muito rústicas e de belíssimas florações.

 

O segundo grupo compreende as espécies de folhas delgadas e com número menor de escamas, concentradas mais na base das folhas. Elas apreciam o clima mais ameno e a umidade. Também toleram maior percentual de sombra. A popular tilândsia-azul (T. cyanea) pertence a este grupo. Ela possui uma bela inflorescência com brácteas róseas e flores azuis.

 

O último grupo reúne as espécies de folhas macias. As plantas deste grupo apresentam folhas mais largas e menos espessas. São em geral originárias de florestas úmidas tropicais. Também apreciam o clima mais ameno e sombra refrescante. São as que melhor se adaptam a ambientes internos. A espécie mais conhecida deste grupo é a T. wagneriana, com espiga ramificada, brácteas vermelhas e flores arroxeadas.

 

 

CUIDADOS:

 

LUZ:

 

Todas as Tillandsias cinza amam a luz em abundância ou sol, mas também depende da humidade.  Se você puder fornecer mais umidade para as plantas uma radiação solar mais intensa pode ser aplicada. 

 

Uma leve sombra de palmeiras será perfeito para evitar o sol do meio-dia intenso no verão. Se falamos de Tillandsias ou plantas de ar, como muitas pessoas conhecem, é preciso distinguir entre vários tipos diferentes.   

 

Tillandsias cinza ou quase brancos, este tipo gosta mais da luz solar direta e é capaz de suportar condições de seca muito melhores.

 

Outro grupo são os Tillandsias verde quase cinza. Estas “Air Plants” que parecem mais verde requerem mais umidade e preferem um pouco de sombra. Há uma transição fluida entre Tillandsias brancas e verdes com centenas de variedades no meio disso. 

 

Um Tillandsia brancas amam a luz mais intensa, mentras mais verde é a Tillandsia prefere mais sombra. Este último tipo são Tillandsias verdes que formam um tanque de água em seus centros, este grupo requer muito menos luz e uma maior umidade.

 

 

ÁGUA:

 

A água ideal é a água da chuva, mas aguas mais ou menos suave também servem.  As Tillandsias gostam de ser pulverizadas na sua base regularmente. Em geral, é muito beneficiante para o crescimento das plantas fornecer alta umidade, Tillandsia brancas também resistem a baixa umidade do ar. Tillandsias verdes com necessidade de depósito podem ser regadas no meio. 

 

Para cultivar plantas aéreas com sucesso a boa circulação de ar é essencial. As plantas necessitam de movimentos de ar para secar rapidamente após a rega, especialmente no Inverno.

 

 

 

TEMPERATURA:

 

Entre 18°C a 32°C vai notar uma regra geral de crescimento, é quando maior a temperatura e intensidade de luz, mais água será necessária para a planta.   plantas de bromélias são muito resistentes e capazes de suportar condições extremas de calor e frio, sem danos, mas de qualquer maneira, a temperatura não deve ir abaixo de 5 ° C.

 

 

 

SUBSTRATO:

 

Tillandsias quer ser montada em pedaços de pedras ou madeira. Uma vez montadas satisfazer as necessidades da planta. Ao contrário das epifitas Tillandsias verdes qquerem ser plantadas em um substrato fibroso com boa aeração para as raízes.

 

 

 

ADUBAÇÃO:

 

A adubação pode ser feita de forma liquida, com adubo Peter’s 20-20-20 dissolvendo uma colher de chá em 2 litros de água e regando as folhas com aspersor, Apos a rega normal, uma vez a cada 14 dias.

 

 

 

Multiplicam-se por sementes e por divisão das brotações que surgem em torno da planta mãe, mas para fazer germinar sementes de tillandsias coloque-as em uma pequena caixa de plástico, com algodão úmido o spagnum. A caixa fechada com Malha de Nylon ou Juta para facilitar a ventilação,.perto de uma fonte de calor. Uma volta ao día, abrir a caixa algumas horas para ventilar. A os poucos días de plantadas se incham e ficam mais verdes. mesmo que dependiendo da especie, podem  demorar até 6 meses em germinar. É importante que o substrato da caixa sempre esteja levemente úmido e não seco nem molhado demais.

 

 

Outra forma fácil de fazer germinar as sementes é coloca-las no meio da Tillandsia usneoides, que serviria como abrigo para as sementes e logo para as pequenas plantas recém germinadas.

Pague com
  • PayPal
  • Depósito Bancário
  • PagSeguro
Selos
  • Site Seguro

Barrios - CPF: 214.588.778-41 © Todos os direitos reservados. 2018